Mais de 240 motoristas mulheres dirigem as linhas de ônibus gerenciadas pela EMTU

No Mês da Mulher, a EMTU destaca as profissionais que estão na linha de frente do transporte metropolitano Uma profissão […]

No Mês da Mulher, a EMTU destaca as profissionais que estão na linha de frente do transporte metropolitano

Uma profissão que desperta admiração e curiosidade de muitas pessoas no trânsito é exercida por grandes mulheres nas linhas metropolitanas da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo). Em homenagem ao Dia da Mulher (08/03), a empresa parabeniza as mais de 200 motoristas mulheres que operam os ônibus de cinco regiões metropolitanas do Estado de São Paulo.

São mais de 26 condutoras do VLT e 34 motoristas de ônibus na Baixada Santista, 31 motoristas mulheres na Região Metropolitana de Campinas, 8 na Região Metropolitana de Sorocaba, 160 na Região Metropolitana de São Paulo e 8 na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

O amor pela profissão reflete no cuidado com os passageiros, os quais gostam até de registrar fotos das motoristas no volante do ônibus. É o caso da Cristiane Novaes dos Santos Silva, de 38 anos, que era motorista de caminhão e almejava conduzir coletivos. Há 6 anos ela realizou seu sonho e hoje é a “Motorista Barbie” do ônibus decorado com crochê rosa, da linha 178 (Embu das Artes / São Paulo), operada pela Viação Pirajuçara e gerenciada pela EMTU.

Mãe de uma jovem de 12 anos e casada há 15 anos, Cris conta que a filha e o marido têm muito orgulho da profissão dela e que admiram o amor e carinho com os passageiros no dia a dia. “Minha rotina começa às 3h da madrugada, vou para a garagem da empresa, onde arrumo minha decoração linda de crochê no meu ônibus. Após tudo inspecionado e verificado, começo a primeira viagem às 04h15 e faço 5 viagens para o Metrô Campo Limpo”, conta. “No fim do expediente, às 14h, vou para casa com a missão cumprida de mais um dia de trabalho produtivo e vitorioso.”

Sobre as reações dos passageiros ao verem a motorista, ela conta que recebe muitos comentários positivos, divertidos e elogios. “Eu ouço ‘mulheres no poder é tudo de bom’, comemorações do tipo ‘oba, hoje vou com a motorista Barbie’, ‘hoje minha viagem tá mais cor de rosa’ e tem muitos passageiros que tiram fotos comigo e da decoração do ônibus. Segundo Cris, a maior motivação de exercer a profissão é lidar com os passageiros. “Gosto de poder fazer o bem no meu trabalho e que meus passageiros viajem em segurança. Adoro levar alegria, porque estou ali por eles e para eles”, revela.

Na parte operacional, para garantir a qualidade e eficiência dos ônibus, a EMTU conta há 11 anos com uma profissional no Departamento de Inspeção que realiza vistorias nos veículos, verificando se todos os itens estão em conformidade e o que precisa passar por manutenção. Adriana Barbosa, 52 anos, atua diretamente nas inspeções veiculares verificando itens como sistemas de freios, suspensão, pneus, carroceria, acessibilidade etc. “Tenho uma filha e dois netos, que admiram minha garra e luta constante, trabalhando em algo que normalmente é mais direcionado aos homens. Quando digo aos meus amigos que sou inspetora de ônibus ficam curiosos, e quando explico os procedimentos, ficam admirados e me parabenizam”, conta Adriana. “Acho gratificante embarcar em um ônibus e ver que nosso trabalho foi feito com excelência, com qualidade e respeito ao próximo.”