Defesa Civil do Estado reabre Abrigo Solidário para pessoas em situação de vulnerabilidade neste domingo (30)

Abrigo do Governo de SP funcionará na Estação Pedro II, capital, até a manhã de terça-feira (2). Outras regiões do […]

Abrigo do Governo de SP funcionará na Estação Pedro II, capital, até a manhã de terça-feira (2). Outras regiões do estado registrarão temperatura mínima de 7ºC na segunda-feira (1)

A Defesa Civil do Estado de São Paulo reabre, neste domingo (30), o Abrigo Solidário, na Estação Pedro II do Metrô, capital, para acolher as pessoas em situação de vulnerabilidade. O atendimento funcionará entre domingo (30) e segunda-feira (1), para garantir a segurança e o bem-estar das pessoas em situação de rua, que são mais vulneráveis e expostas ao frio intenso.

Os abrigados terão colchões para dormir, cobertores e refeições gratuitas servidas pelo Programa Bom Prato Móvel. A Secretaria de Transportes Metropolitanos, juntamente com o Metrô, o FUSSP (Fundo Social de São Paulo) e a Defesa Civil do Governo de SP, contando com apoio da empresa Guima Conseco – que cedeu os banheiros químicos – somam esforços para ativarem a estrutura do alojamento, e, assim atender à população vulnerável da capital. O local tem capacidade para acolher 100 pessoas por noite, além de oferecer jantar e café da manhã.

Segundo dados do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), na Região Metropolitana de São Paulo as mínimas tendem a ficar na faixa os 12°C no domingo (30) e 13ºC, na segunda-feira (1). Isso ocorre em razão da passagem de uma frente fria. Além da queda das temperaturas algumas regiões poderão registrar pancadas de chuva.

A entrada do abrigo será pela Estação, na Rua da Figueira, s/n; Bairro Sé, Centro. O atendimento começa às 19h e o local fecha às 8h do dia seguinte.

Demais regiões do estado de SP

Os termômetros devem chegar na casa dos 7ºC, em Campos do Jordão, na segunda-feira (1). No sábado (29), a mínima registrada deverá ser de 11ºC e no domingo (30), de 9ºC.

Para a região do Vale do Ribeira, as mínimas devem ser de 13ºC no domingo (30) e de 12ºC na segunda-feira (1). Já a região do Vale do Paraíba deve registrar mínimas de 12ºC no domingo (30) e na segunda-feira (1).

No Litoral Sul, Baixada Santista e Litoral Norte, as mínimas variam entre 18ºC e 17ºC no domingo (30) e na segunda-feira (1), respectivamente.

Devido às baixas temperaturas nestas regiões, a Defesa Civil do Estado orientou as Defesas Civis Municipais para que desenvolvam ações de acolhimento em suas cidades.

Orientações a toda população

A queda de temperatura intensifica a sensação de frio, aumentando o risco de incidentes e danos à saúde. No frio, as pessoas podem sofrer de hipotermia e, devido à diminuição das chuvas e redução da umidade relativa do ar, de doenças que atacam o aparelho respiratório. Crianças e idosos são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio. Mantenha-os agasalhados.

Em virtude das doenças oportunistas que incidem mais no período do frio (gripe, resfriado, pneumonia e meningite), é essencial tomar medidas simples como evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além de higienizar frequentemente as mãos.

Não se deve utilizar aquecedores improvisados no interior das residências. Além do risco de um incêndio, a prática pode provocar intoxicação pela inalação dos gases gerados pelo fogo.

Para obter mais orientações sobre o que fazer antes, durante e depois ao período de baixas temperaturas e, também, os demais tipos de desastres, acesse as redes sociais da Defesa Civil pelo @defesacivilsp.