Modernização na CPTM

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) conta com seis linhas que transportam, atualmente, cerca de 2,8 milhões de passageiros por dia, atendendo 22 municípios (sendo 19 na Região Metropolitana de SP). O sistema conta com 92 estações, que estão distribuídas ao longo de mais de 260 km de vias, dos quais 136,5 Km na capital.

Conta com seis linhas:

  • Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí);
  • Linha 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi-Amador Bueno);
  • Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú);
  • Linha 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra);
  • Linha 11-Coral (Luz-Guaianases-Estudantes); e

  • Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana).

Com as obras de modernização em andamento, a Companhia se prepara para operar com intervalos entre 3 e 4 minutos nos horários de menor movimento, e atender a uma demanda estimada em 3,5 milhões de passageiros por dia útil, a partir de 2014. Nos últimos dois anos, a demanda cresceu 20%.

O processo de modernização da CPTM teve início quando foi criada, em 1992, e se intensificou nos últimos anos. Com investimentos de R$ 9,4 bilhões, previstos no PPA 2012-2015, estão em andamento, em todas as linhas, implantação de novos sistemas de sinalização, telecomunicações, aumento da capacidade instalada do sistema de energia, substituição da rede aérea e via permanente, além da readequação das estações mais antigas e da renovação da frota de trens. Das 92 estações, 42 já são acessíveis.

As obras estão sendo realizadas em etapas, durante as madrugadas e finais de semana, e ainda com o compartilhamento dos trens de carga, que realizam cerca de 70 viagens diariamente, interferindo na circulação dos trens de passageiros e no tempo de execução das obras. Entretanto, à medida que os trechos são finalizados, são entregues à operação, revertendo em benefício imediato ao usuário com melhora no desempenho do serviço, na confiabilidade e redução nos intervalos.

Renovação da Frota: desde 2006, o Governo do Estado já adquiriu 105 novos trens para a CPTM, dos quais, 100 já foram entregues e os demais entrarão em operação até o fim deste ano. Além disso, foram encomendados mais 65 trens para reforçar a frota, por meio de licitação internacional, com previsão para início de entrega a partir de 2015.

Estações acessíveis: a CPTM está trabalhando para tornar suas 92 estações acessíveis. Atualmente, 42 já estão adaptadas de acordo com as normas vigentes, 10 estações estão em obras e o restante em processo de elaboração de projetos básico e executivo ou de licitação para contratação de obras.

Sistema de energia: atualmente a CPTM possui 24 subestações elétricas para energia de tração, número que deverá chegar a 30 até 2015. Considerando a reforma e modernização realizada em subestações existentes, mais as novas subestações a serem implantadas, estima-se que a potência instalada para serviços de tração na CPTM aumente em cerca de 40%.

Os investimentos envolvendo não só subestações retificadoras novas como também melhorias no sistema elétrico como um todo, são da ordem de R$ 400 milhões. Cabe ressaltar que o acréscimo de subestações reforça e flexibiliza o sistema de alimentação elétrico de forma que ele possa atender de forma mais adequada às solicitações de energia geradas pelo acréscimo dos trens na rede.

Além da revitalização das seis linhas e da modernização das estações, a CPTM foca os esforços para implementação dos seguintes projetos de modernização/expansão, com horizonte até 2015:

Extensão da Linha 9 entre Grajaú e Varginha: as obras para implantação de mais 4,5 km de vias e duas novas estações: Mendes e Varginha. O investimento é da ordem de R$ 633 milhões.

Implantação da Linha 13-Jade (Expresso Guarulhos-Cumbica): as obras tiveram início em dezembro/13, com investimentos da ordem de R$ 1,8 bi. A futura linha fará a ligação entre a rede metroferroviária e o município de Guarulhos, atendendo também ao aeroporto internacional André Franco Montoro, o mais movimentado do Brasil.

Serão cerca de 12 km de vias, entre a estação Eng. Goulart, na Linha 12 (Brás - Calmon Viana), e o aeroporto de Cumbica. Serão construídas duas novas estações: Guarulhos-Cecap e Aeroporto Internacional de Guarulhos, além da reconstrução de Eng. Goulart, onde haverá transferência para Linha 12.

Fonte: Departamento de Imprensa CPTM

Atualizado: 09.05.2014


face

siga metro


face

siga cptm


face

siga emtu

  • transparencia
  • spbusca
  • cidadaosp
  • BannerAcesso
  • ouvidoria
  • fundap
  • viarapida
  • acessasp
  • banner-biblioteca-virtual
  • agasalho2013
  • investesp
  • banner diario-oficial
  • bec
  • cadterc
  • epregao
  • amigoidoso
  • desenvolvesp
  • artesp