Detalhe da notícia
|
Metrô traz exposições e eventos especiais para as férias de julho
05/07/2017

Os usuários do Metrô de São Paulo já podem conferir a nova programação da tradicional Linha da Cultura que leva exposições fotográficas, intervenções tecnológicas e apresentações de música e dança para as estações da cidade.

Em cartaz a partir de segunda-feira, dia 10, na estação Tatuapé, da Linha 3-Vermelha, a exposição “Juntos Pintando”, do pintor e agitador cultural Sérgio Astral. Considerado um dos mais atuantes artistas plásticos da cena paulistana expõe retratos de figuras conhecidas da internet: os youtubers. Entre as personalidades representadas estão Whindersson Nunes, Christian Figueiredo, Kéfera e PC Siqueira.

estação República recebe as fotografias da série “África Yetu”, do fotógrafo baiano Glad Macedo. Ao todo serão expostas 34 imagens realizadas durante uma viagem aos grandes safáris da Tanzânia, país a leste do continente africano. A mostra fica no mezanino da estação entre 10 e 31 de julho.

Ainda na Linha 3-Vermelha, na estação Corinthians-Itaquera, a exposição “Patrimônio da Humanidade no Brasil”, do fotógrafo e editor Marcos Piffer, apresenta de 10 de a 31 de julho, 19 imagens de lugares considerados pela UNESCO como riquezas naturais e culturais do país, com grande importância histórica ou ambiental. A cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, o arquipélago de Fernando de Noronha e o centro histórico de Salvador são algumas delas.

A Represa Billings serviu de inspiração para o fotojornalista André Bueno em sua mostra “Margem: um olhar sobre o extremo” que desembarca na estação Clínicas, a partir de 10 de julho, e retrata a diversidade a beira da represa onde residem agricultores, pescadores e até mesmo indígenas. A mostra ainda conta com imagens que refletem a importância da preservação do meio ambiente e a valorização da cultura local.

Os usuários da Linha 5-Lilás que passarem pela estação Capão Redondo, no dia 14, às 20h, poderão conferir uma prévia da 21ª Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança, com o “Manifesto Poético: Ensaios Cartográficos”. Com estreia prevista para outubro deste ano, o espetáculo realizado pelo diretor e bailarino Rodrigo Cândido, juntamente com a Cia. Diversidança, mostra a importância da dança, além de proporcionar reflexão em meio ao caos da cidade.

No dia 18 entra em cartaz a mostra “File”, que faz parte do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. Os usuários da estação Consolação, da Linha 2-Verde, terão a oportunidade de explorar a pintura “La Tentation de Saint Antonie”, do lendário artista medieval Saint Antoine. A obra será visualizada em 360° por meio de óculos de realidade aumentada. Na estação Brigadeiro, a obra é destacada por adesivos no acesso dos passageiros. Já na estação Paraíso, a instalação “Singing Tunnel” se destaca. Lá, um computador detecta os tons musicais cantados pelos usuários do Metrô e os transforma em melodia de um coral.

No dia 20, a Banda dos Seguranças do Metrô estará a partir das 15h na estação Ana Rosa da Linha 1-Azul, tocando seu repertório variado, que vai do rock clássico ao samba, passando por MPB, sertanejo, gospel e até ópera.

Entre 22 a 31 de julho, a Sala do Museu de Arte Sacra da estação Tiradentes, da Linha 1-Azul, recebe a prévia da exposição Barro com Fé, da pesquisadora Stela Kehde, com curadoria de Percival Tirapeli. As peças trazem referências religiosas da criação do homem a partir do barro, além de apresentar a visão de Stela sobre alguns dos santos do Cristianismo.

Para saber mais sobre as exposições da Linha da Cultura acesse: http://www.metro.sp.gov.br/cultura/linha-cultura/programacao.aspx.